Postagens

[MINICURSO] Colonialidade e fazer geográfico 💚

Imagem
O NPGEOH tem o enorme prazer de convidar à(o)s interessada(o)s para participar do MINICURSO: Colonialidade e fazer geográfico a ser  ministrado pela geógrafa Jamille Payayá 💚 nos dias 12/11/2021 (13h as 17h) e 26/11/2021 (8 as 12h).  As vagas são limitadas.  Para participar, é preciso preencher a ficha de inscrição:  https://forms.gle/74emFB4w9XNNg2YN7 A profa. Dra. Jamille Payayá é pertencente ao povo Payayá e professora da Universidade do Estado da Bahia, campus IV, Jacobina, onde coordena o Laboratório Saberes Geográficos e Alteridade (SABGEO). Atua no Movimento Associativo Indígena Payayá (MAIP), dedicando-se à educação indígena e à pesquisa histórica e geográfica referente aos povos indígenas na Bahia.  Sua tese " O sentido geográfico da identidade: metafenomenologia da alteridade Payayá " é um importante estudo geográfico, de base fenomenológica, acerca das rupturas e continuidades da geograficidade e historicidade do povo Payayá, mobilizando diversas referências já co

Mais um Diálogos Humanistas se aproxima... 🌾 🌿

Imagem
  É  novamente chegada a época das trocas sobre geografia e fenomenologia nas terras mineiras... 💙 O VII Diálogos Humanistas vai acontecer entre os dias 29 e 31 de outubro de 2021 ,  novamente de maneira virtual. Entretanto, isso não impede que nossas trocas e diálogos sejam ricas e proveitosas!  Teremos dois espaços de diálogo, o primeiro voltado para a questão da “Educação e a formação humanista” . O segundo espaço de diálogo estará em torno de “Experiências diversas de lugar”.  Além disso, teremos a primeira Plenária dos Grupos de Pesquisa que compõem o evento! Para ver a PROGRAMAÇÃO completa, clique aqui!  Para acessar os ANAIS do evento, clique aqui! O Diálogos Humanistas é um evento produzido anualmente que reúne grupos de pesquisa de Geografia Humanista no estado de Minas Gerais. Nos últimos anos, esse evento ocorreu na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) pelo Núcleo de Pesquisa em Geografia Humanista (NPGEOH) e na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucu

XI SEGHUM pra lá de especial!

Imagem
Nos dias 23 e 24 de setembro de 2021 acontece de forma virtual o XI Seminário Nacional sobre Geografia e Fenomenologia. A programação contará com uma Conferência de abertura proferido por Dylan Trigg sobre "Atmosfera de angustia: experiências contemporâneas" . Além disso, compõem o evento duas mesas especiais sobre "Ancestralidade e colonialidade" e "Memória, arte e identidade" . O encerramento será realizado por David Seamon, sobre "Geografia humanista, fenomenologia e lugar".  O evento conta ainda com uma Mostra de Artes virtual, que pode ser acessada aqui.  Uma linda e merecida homenagem foi realizada ao prof. João Batista de Mello e pode ser vista aqui . ❤ Não percam!! 💛 A gravação do evento está disponível no Youtube do GHUM e pode ser acessado aqui!  💥

[TRAVESSIA] Um caminhante e um poeta - Testamento

Imagem
  TESTAMENTO A sorte é que a morte um dia encontrará meu corpo. Quero estar cheio de vida para quando me deparar com ela viver a intensidade imensurável de cada instante. Os sons do ar misturam flutuantes e se perdem na estrada incoerente em que construí minha vida. A degustação insossa não comove minha alma. Os paralelepípedos se estendem pelo chão marcando divisas com a terra vermelha. Nesse terreno inclinado, ladeira a baixo posso cair. Imbricar-me no mato dentro. Quando morrer serei adubo fresco imergindo na terra molhada. As estrelas de anteontem destilavam alegria e dor. O rio que corta a serra encaixa-se entre dois paredões maciços enquanto as desordens da minha pele vão se desfazendo sem nenhum esforço. Nesse caminho aberto por deus sabe lá quem, encontro a vida que me restava para assumir minha condição mortal. Aceito as perdas, Aceito o fim. Um dia estarei distante, além desse meu mundo. Um dia meu mundo não irá mais existir. Resistirá os sonhos, segredos e mistérios, dessa m

Artesania de trocas - ateliês do npgeoh 💬

Imagem
O Npgeoh segue se reunindo virtualmente todos os meses. 💙 Nossa reunião mensal para debater as propostas e atividades do grupo acontece na primeira sexta-feira do mês. Nela, planejamos as atividades das linhas de pesquisa e consolidamos nossa agenda. Nossos encontros permanecem como pontos de contato para criação e troca!  Esse ano, o Npgeoh consolidou três novos formatos de encontros - os ateliês. 💦 Ateliê de tradução Encontros que se propõem a discutir as traduções de geografas e geógrafos humanistas anglófonos feitas por membros do grupo.  Iniciado no ano passado com a tradução em processo do livro "Place and placelessness" do Relph, feita pelo membro Ivo Venerotti, os encontros acontecem para leitura e discussão da obra traduzida.  Esse ano contamos ainda com a tradução em processo do livro "Textures of place : exploring humanist geographies", uma coletânea de vários autores, especialmente da obra de Anne Buttimer, "INTRODUCTION Moralities and Imagination

[GLOSSÁRIO] P de Política

Imagem
  POLÍTICA Por Fernanda Cristina de Paula* Nunca concordei. Em tempos de Pandemia lemos ou ouvimos, com frequência, frases como: “É preciso não politizar o vírus” ou “Não podemos politizar a vacina” e eu nunca concordei. Mais do que isso: sempre estranhei, choquei. Finalmente, me perguntei: o que essas pessoas entendem por política? E quando digo “essas pessoas” estou me referindo à sociedade civil, a cientistas, jornalistas, formadores de opinião, pessoas com cargos no sistema político que defenderam esses bordões. E fica a questão: o que essas pessoas concebem como política? A pergunta, obviamente, é mais um exercício de retórica, pois, desde a perspectiva a partir da qual viso o mundo, a forma como essas pessoas pensam o que é política já está errada. Fonte: https://www.brasildefato.com.br/2021/05/13/pais-adota-politica-de-morte-direcionada-a-corpos-negros-diz-advogada-da-coalizao * * * Hannah Arendt, no livro póstumo intitulado “O que é Política?” diz: “A política se baseia na plur

Encontros com a educação - Profa. Dra. Álida Alves Leal (FAE/UFMG)

Imagem
No dia 16 de julho de 2021, o Npgeoh recebeu a Profa. Dra. Álida Alves Leal, da Faculdade de Educação da UFMG, para uma conversa sobre sua trajetória e o ensino de Geografia.  Na ocasião, discutimos sobre os (des)caminhos possíveis da Educação com as novas normativas curriculares, a reforma do Ensino Médio e a BNC Formação que vai influenciar diretamente a formação de professores e o currículo das licenciaturas em Geografia.  Para conhecer um pouco mais do trabalho da professora Álida, acesse:  "Passos de professores em rastros da metrópole: explorando geo-grafias docentes" (Dissertação de mestrado, 2011) "Desafios comuns, enfrentamentos singulares: narrativas de jovens docentes iniciantes no ensino médio público " (Tese de doutorado, 2017).  🌄🌆 O Npgeoh consolidou uma linha de pesquisa que atua no debate sobre o ensino de Geografia, trazendo pontes com a Geografia Humanista que se faz na escola, num olhar sempre atento ao contexto político em que essas práticas

[TRAVESSIA] Um caminhante e um poeta - Milagres

Imagem
 MILAGRES Tenho frio. E o desejo de retorno me consome. Mas apuro as papilas de minha boca, e sinto cortar na língua o doce sabor do café e do cravo cozidos no fogo que envolvia a lenha, transformando-a em brasa. Meu corpo inteiro se curva e adentra nesse contorcer adocicado, costurando caminhos de retorno ao mais primitivo instante de criação daquele líquido. Os pés de café. Da força da terra brota o grão-semente que gera vida para a eternidade. Retornava ao orgânico de minha vida, ao barro, ao pó. Esse desejo de imbricar-me nas veias expostas do chão e me enterrar. Engoli o lugar Tabuleiro degustando o sabor doce das terras de sua Serra. No fogão a lenha, o conforto da chama que invade o bule, e funde a água com o pó de café moído com cravo. Criação das mãos poetas de seu Zé. Meu corpo se conforta. Pois retornei ao mais profundo repouso de minha alma. A Terra-Tabuleiro. Desejo de meu corpo. Acalento orgânico para a o sem fim.

[GLOSSÁRIO] E de Estádio de Futebol

Imagem
ESTÁDIO DE FUTEBOL Por Luiz Carlos Marinho Junior * A coisa mais importante das menos importantes. Confesso que o momento pelo qual meu time passa atualmente pode afetar meu julgamento sobre o que estou prestes a escrever, mas sinceramente, em 2013 meu time se sagrou tricampeão do campeonato Brasileiro, estava eu no ápice da minha felicidade com meu time, eu ainda nem havia entrado na faculdade, era um alienado, e já nesse período, eu m e revoltava com o que o fizeram com o Mineirão, o que fizeram com BH. Não entendia bem o que tinha ocorrido, mas sabia que algo não estava certo.   Lembro na época de criança como era ir ao Mineirão assistir uma partida de futebol, primeiro passo era o seguinte, meu pai tinha que convencer minha mãe de que iria levar meu irmão e eu, convenhamos que antes da reforma para a Copa, os estádios de futebol eram vistos como um ambiente hostil, violento, sujo, desconfortável, ora, peguei a época que nem cadeira tinha, a gente sentava em concreto puro, totalmen

Os preparativos para o próximo Diálogos Humanistas já começaram...

Imagem
Já começamos a preparar o Diálogos Humanistas VII! Esse ano, temos a previsão de fazer nossos diálogos entre os dias 29, 30 e 31 de outubro de 2021. O evento se consolida como um espaço de troca de ideias humanistas e fenomenológicas e será 100% virtual novamente. Buscamos mais uma vez as conversas, trocas de ideias, comentários, bibliografias, entre os estudantes dos quatro grupos que o compõe! Nosso foco é sempre o diálogo! Este ano, ficamos ainda mais ricos, porque além do Ghuapo, NPGEOH e Ghente, agora temos também novos conversantes da PUC-MG! Logo mais nos encontramos!